400 palavras em inglês num minuto

Escrito por Carina Fragozo
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Há tempos recebi por e-mail uma daquelas correntes de Power Point com o título “Aprenda 400 palavras em inglês num minuto!”. Desconfiada, abri o e-mail e percebi que, apesar do sensacionalismo, o texto escrito pelo jornalista Mario Giubicelli (com esse título, não poderia ter sido escrito por um linguista!) poderia ser útil nas aulas de inglês.
O texto apresenta 5 regras baseadas nos afixos da língua que facilitam a tradução de alguns termos para o português. Ao utilizarmos o texto com os alunos, é preciso atentar para o fato de que as generalizações apresentadas nessas regras nem sempre funcionam, mantendo um olhar crítico.
 Segue abaixo o texto com minhas observações (em lilás) sobre exceções. É interessante primeiro mostrar as regras para os alunos, sem apresentar as exceções. Somente após a apresentação das regras o professor deve questionar os alunos sobre exceções. O texto é uma boa introdução para o ensino de afixos. Já usei em aula e funcionou muito bem.

Regra 1:
Para todas as palavras em português que terminem em DADE (como a palavra cidade) retire o DADE e coloque em seu lugar TY e assim CIDADE passou a ser CITY.
CIDADE = CITY
VELOCIDADE = VELOCITY
SIMPLICIDADE = SIMPLICITY
NATURALIDADE = NATURALITY
CAPACIDADE = CAPACITY

 Esta regra não se aplica em palavras como  idade (age), verdade (truth) e felicidade (happiness).

Regra 2:

Para todas as palavras em português que terminem em “ÇÃO” (como a palavra NA-ÇÃO) tire fora o “ÇÃO” e coloque em seu lugar “TION” e assim a palavra NAÇÃO passou a ser NATION (as respectivas pronúncias não importam no momento, e além disso você estaria sendo muito malcriado querendo exigir demais num curso de inglês grátis pela internet!).
SIMPLIFICAÇÃO = SIMPLIFICATION
NAÇÃO = NATION
OBSERVAÇÃO = OBSERVATION
NATURALIZAÇÃO = NATURALIZATION
SENSAÇÃO = SENSATION

Esta regra não se aplica em palavras como  refeição (meal), coração (heart), natação (swimming), etc.

Regra 3:

Para os advérbios terminados em “MENTE” (como a palavra NATURALMENTE), tire o “MENTE” e em seu lugar coloque “LLY” (e assim a palavra passou a ser NATURALLY. Quando o radical em português termina em “L”, como na palavra TOTALMENTE, acrescente apenas “LY”). Veja agora abaixo algumas delas:
NATURALMENTE = NATURALLY
GENETICAMENTE = GENETICALLY
ORALMENTE = ORALLY

A regra não se aplica em palavras como futuramente, demente (insane), etc.

Regra 4:

Para as palavras terminadas em “ÊNCIA” (como no caso de ESSÊNCIA), tire o “ÊNCIA” e em seu lugar coloque “ENCE”. Eis algumas delas abaixo:
ESSÊNCIA = ESSENCE
REVERÊNCIA = REVERENCE
FREQÜÊNCIA = FREQUENCE
ELOQÜÊNCIA = ELOQUENCE

Exceção: dormência (numbness) – Não lembrei de outros exemplos, aceito contribuições!

Regra 5

E para terminar esse artigo, ficando ainda com mais água na bSoca, aprenda a última e a mais fácil delas (há um monte de outras regrinhas interessantes, mas não disponho aqui de espaço para tudo). Para as palavras terminadas em “AL” (como na palavra GENERAL) não mude nada, escreva exatamente como está em português e ela sai a mesma coisa em inglês.
Veja alguns exemplos:
NATURAL = NATURAL
TOTAL = TOTAL
GENERAL = GENERAL
FATAL = FATAL
SENSUAL = SENSUAL

Para esta regra, só consegui pensar em matagal (thicket).

Veja também...

se aprofunde ainda mais no inglês!

Entre agora na lista de espera para a próxima turma do meu curso online!