Mondegreens: cantando em inglês errado

Escrito por Carina Fragozo
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Quando ouvi a música “I Follow Rivers” pela primeira vez, já gostei de cara e decidi procurar na internet para fazer download. Como não sabia o nome da música nem o da cantora, digitei parte do que eu ACHAVA que era o refrão no Google: “I follow you gipsy baby”. Para minha surpresa, a música não falava em nenhum cigano (gipsy), e sim em “deep sea” (nas profundezas do mar). Como professora de inglês, eu não deveria confundir um /g/ com um /d/, mas… QUEM NUNCA? Tente escrever “I follow you gy…” no Google e veja que ele já completa com “gypsy”. Ou seja… não fui a única! (Ouça esse refrão aqui, em 1:14)
“I follow you deep sea, baby”
(I Follow Rivers, by Lykke Li)

Durante a pesquisa para este post, também encontrei quem entendesse “Dipsy baby”, ou seja, um bebê Dipsy dos Telettubies (lol):

 Esses mal-entendidos provocados por semelhança sonora, geralmente num poema ou canção, têm nome: mondegreen. O termo foi utilizado pela primeira vez por Sylvia Wright que, na infância, interpretava erroneamente uma parte da balada “The Bonny Earl O’Moray” quando recitada por sua mãe. Quando o poema dizia “laid him on the green” (deitou-o na grama), ela entendia “Lady Mondegreen” (Srta. Mondegreen).
Lembro também de um amigo que, ao ouvir a música “Wild World”, cujo refrão diz “Oh baby baby it’s a wild world” (oh baby baby é um mundo selvagem), entendia “Oh baby baby swallow” (oh baby baby engula) (refrão aqui, em 0:42). Vou dar um desconto porque ele havia começado a aprender inglês há pouco tempo 🙂

“Oh baby baby it’s a wild world”
(Wild World, by Mr. Big)

Leia mais sobre Mondegreens:
Divirta-se com mondegreens em músicas brasileiras:
Compartilhe seus mondegreens em inglês conosco! Deixe um comentário neste post ou na página do Facebook!

Veja também...

se aprofunde ainda mais no inglês!

Entre agora na lista de espera para a próxima turma do meu curso online!