Resenha: 102 English Things to Do (Alex Quick)

Escrito por Carina Fragozo
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Já faz algum tempo que postei minha primeira resenha aqui no English in Brazil, e já estava mais do que na hora de compartilhar mais uma das minhas leituras com vocês. Sempre me interessei pela cultura britânica, e no mês passado a Melina Souza, do blog A Series of Serendipity, fez um post indicando três livros do Alex Quick. De cara me interessei pelo 102 English Things to Do. Como o livro ainda não está disponível em nenhuma livraria brasileira, segui a indicação da Melina e comprei pelo Book Depository, que não cobra frete para o Brasil.

3

O livro é uma ótima opção para quem gosta de aprender sobre a cultura inglesa, pois é uma leitura fácil, divertida e muito prazerosa sobre o perfil do típico cidadão inglês. Como já diz o título, são apresentados 102 hábitos dos ingleses divididos em dez categorias: English Attitudes, English Manners, English Behaviour, English Entertainments, English Crimes, English Language, English Activities, English Sports, English Places e English Food and Drink. Em muitos momentos me peguei rindo alto com o livro, e vou compartilhar com vocês alguns dos pontos que achei mais interessantes:

9. Judge people as soon as they open their mouths: Neste tópico, aprendi que quem pronuncia muito claramente o “t” em final de palavra, como em ‘rightt!’, ‘whott?’ ‘nightt’  é visto pelos ingleses como uma “pessoa da alta sociedade”, enquanto os que produzem ditongos alongados ou pausas glotais, como em ‘raigh’, wo’ e ‘naigh’ são vistos como “classes populares”.

13. Apologize when someone else has almost bumped into you, as if it actually happened, and as if it were your fault: Ri muito com este tópico, pois pedir desculpas de 5 em 5 minutos é muito inglês! Vivenciei isso no meu intercâmbio: as pessoas vão passando na rua e pedindo desculpas quando quase batem em você. Definitivamente, os ingleses se sentem esquisitos com muito contato físico.

15. Form a queue: em qualquer situação que demande uma certa espera, é certo que os ingleses formarão uma fila. Por exemplo, se uma loja estiver temporariamente sem funcionário no balcão, o cliente ficará lá, esperando pacientemente, segurando a carteira e vigiando qualquer movimento, mesmo que não haja nenhuma outra pessoa aguardando. Esta é a postura de “aqui é o começo da fila, não ouse passar na minha frente.”

34. Watch Coronation Street: Eu não sabia, mas Coronation Street é a novela que está no ar há mais tempo na história da televisão mundial (e você aí pensando que era Malhação, hein?). Segundo o livro, ela teve início em 1960 e retrata a vida de pessoas comuns da classe trabalhadora inglesa.  Lembro que minha host mom do intercâmbio não perdia um capítulo! Mas posso confessar? Achei bem fraquinha se comparada com as nossas novelas.

DSCN1410

Acredito que seja uma boa opção para estudantes a partir do nível intermediário. Não é uma leitura difícil, ainda mais por ser dividida em capítulos. Assim, você pode ir lendo aos poucos, com paciência, e traduzindo alguma palavra que não entendeu!

Espero que tenham gostado da resenha! Prometo não demorar tanto para postar a próxima! Se comprarem o livro, depois me contem o que acharam! See you!

Veja também...

se aprofunde ainda mais no inglês!

Entre agora na lista de espera para a próxima turma do meu curso online!