Entrevista com Josh Plotkin: o "Brazilian Gringo"

Escrito por Carina Fragozo
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

É com muita alegria que Josh Amazon (1)anuncio a primeira entrevista com um gringo aqui no English in Brazil! E não qualquer gringo, não! É o Brazilian gringo! Josh Plotkin nasceu em Huntington Beach, na Califórnia e, após cursar um ano de faculdade, decidiu ir para o México para trabalhar em uma fazenda. Neste período, viajou para Cuba, onde ensinou inglês para sua host family e percebeu a importância da comunicação para os negócios daquela família. Então, estudou para ser professor e mudou-se para Belo Horizonte, onde viveu por quase três anos e criou seu próprio projeto, o  Brazilian Gringo. Em seu site, Josh dá dicas de português e comenta suas experiências no nosso país. Para estrear seu projeto em grande estilo, ele gravou o “Brazilian Gringo Style”,  uma paródia de Gangnam Style. Para entrar no clima da entrevista, aperta o play e vem com a gente!

[yframe url=’https://www.youtube.com/watch?v=_Dbr25AguEU’]

EiB: Quando e por que você decidiu morar no Brasil?
Eu estava dando aula de inglês na Colômbia em 2011 com muita dificulade de ganhar o pão lá. Um dia meu irmão me convidou para encontrar com ele em Manaus. Fiquei uma semana no Rio Amazonas para chegar lá, e quando cheguei eu me apaixonei pela cultura e o povo. Resolvi ficar mais tempo para poder descobrir mais sobre o país.
EiB: Como você aprendeu português? Qual foi a sua maior dificuldade?

JP: Eu já tinha estudado o espanhol por 6 anos na escola, com bastante prática devido ao fato que eu morei 6 meses em países onde o espanhol é falado. Com esse conhecimento foi muito fácil aprender o português, e com 2 meses já estava falando portunhol perfeito. A maior dificuldade para mim foi separar os dois idiomas na mente e criar uma personalidade brasileira.

EiB: No seu blog, você diz que muitos brasileiros surpreendem-se pelo fato de um norte-americano ter escolhido morar aqui. Por que você acha que isso acontece?

JP: A grama do vizinho é sempre mais verde. Em todos os países que eu já conheço, o povo fala para mim, “Cara por que você está aqui? Você é da Califórnia, é meu sonho ir para lá, e você está aqui nesta bosta de país?” Pois é. O mundo é cheio de problemas, e muita gente está tão focada nos seu problemas que não param para observar as belezas. Eu acho muito dificil viver a vida assim. Eu prefiro buscar confirmação de que o mundo é cheio de maravilhas e oportunidades.

EiB: Conte-nos sobre o “Brazilian Gringo”. Como surgiu a ideia de criar um site para compartilhar dicas de português e da cultura brasileira para outros “gringos”?

JP: Quando eu mudei para o Brasil e me tornei professor de inglês, os amigos lá na gringaterra sempre me perguntaram as mesmas coisas sobre a vida do professor. Eu achei mais fácil criar um blog para não ficar escrevendo a mesma coisa o tempo todo. O estrangeiro que quer morar no Brasil não tem muito apoio, e mesmo tendo amigos no país pode ser difícil de integrar. A visão do site é de ser a maior fonte de informação sobre integração cultural no Brasil. O blog também é um negócio digital. A gente vende um curso online de português chamado Semantica através dele, que é basicamente uma novela que ensina português. Outros serviços e livros estão por vir na lista de ofertas no site.

EiB: Quais são os pontos positivos de morar no Brasil? E os pontos negativos?

JP: Tem tanta coisa positiva que infelizmente não vou poder listar tudo aqui, mas eu vou falar meu top 10.

  1. Açaí
  2. O país é enorme, cada região com sua própria historia, cultura, comida e tradições. É impossível saber tudo sobre o Brasil.
  3. Os brasileiros têm um jeito único de interagir com as pessoas. Eles fazem dezenas de coisas pequenas durantes as interações que deixam as pessoas se sentindo mais conectadas.
  4. O pais é cheio de belezas naturais. O Rio de Janeiro é uma das cidades mais bonitas do mundo.
  5. O Brasil é um pais em que qualquer um que queira pode se tornar brasileiro e ser aceito pela sociedade.
  6. É muito fácil fazer amigos no Brasil.
  7. A língua brasileira (e não a língua falada pelos portugueses) tem um poder supernatural, e quem fala ela chega mais perto de deus.
  8. Existem grandes oportunidades para fazer bem para quem tem a coragem de ser empreendedor social.
  9. O Brasil não participa de guerra no exterior.
  10. Quem mora no Brasil pode ir para os jogos do Clube Atlético Mineiro com maior facilidade.

Negativos? Todo o mundo já sabe os problemas que tem no Brasil. Eu acho que o maior problema é que os brasileiros acham que é a responsabilidade do governo de resolver os problemas, mas foi o próprio governo que criou os problemas no primeiro caso.

EiB: Conte-nos sobre sua experiência como professor de inglês no Brasil e  como você avalia o ensino de inglês por aqui.

JP: Ser professor de inglês no Brasil é um desafio porque muitos brasileiros nunca aprenderam como aprender. Quando entram na aula de inglês eles não tomam responsibilidade pela sua aprendizagem e acham que o professor pode acenar sua varinha mágica para entregar a fluência. Eu acho que o Brasil está precisando de uma revolução no ensino de idiomas.

EiB: Neste mês, você decidiu deixar o Brasil para morar na Tailândia. Por que tomou esta decisão? Pretende voltar?

JP:Não seria correto dizer que eu deixei o Brasil e que estou morando na Tailândia. Jamais vou deixar o Brasil. Eu vou em busca de oportunidades para crescimento profissional e professores que podem me ensinar habilidades avançadas. Na Europa e aqui na Tailandia fui para eventos relacionados ao empreendedorismo digital. Pretendo voltar ao Brasil quando estiver com a capacidade de implementar um grande negócio.

EiB: Por fim, você pensa em voltar para “casa” ou voltar para os Estados Unidos não está nos seus planos?

JP: Eu vejo a planeta como minha casa, e os Estados Unidos são o quartinho dos pais. Não é o meu lugar, e só vou para lá de vez em quando para estar com a familia.

EiB: Muito obrigada pela entrevista! Esperamos que você volte logo ao Brasil! Será sempre bem-vindo!

JP: Obrigado pela oportunidade de falar com seus leitores. Quem ficou interessado pode entrar no BrazilianGringo.com para aprender mais sobre a minha visão do Brasil.

gringo

Quer conhecer mais sobre o Josh e seus projetos? Acesse:

Site Brazilian Gringo

Página do Brazilian Gringo no Facebook

Canal do Josh no YouTube

Veja também...

se aprofunde ainda mais no inglês!

Entre agora na lista de espera para a próxima turma do meu curso online!