“Erros” de gramática mais comuns em inglês: frases sem sujeito

Escrito por Jaqueline Fragozo
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Estamos começando aqui no blog uma série de posts comentando alguns dos ‘erros’ de gramática mais comuns em inglês. Será que você comete algum deles? Ou será que já cometeu? Continue lendo este e os próximos posts para conhecer os ‘erros’ de gramática mais comuns que os brasileiros cometem quando falam inglês e, caso você ainda cometa algum desses erros, aprenda como se livrar deles.

Importante:

Importante: não estou aqui para criticar quem comete estes erros! Aprender uma língua estrangeira é um processo que demanda tempo e esforço. O mais importante é sempre a comunicação, mas acredito que se você está aqui no blog é porque quer aprender e se desenvolver na língua cada vez mais. Não deixe o medo de errar bloquear o seu desenvolvimento, mas siga estudando para que os seus erros não bloqueem a sua comunicação. 

Erros comuns em inglês: frase sem sujeito

Então vamos lá! Neste post vou falar sobre um erro bem comum com aprendizes iniciantes (ou nem tanto!):  o erro de criar frases em inglês sem sujeito. 

Em português podemos criar frases do tipo “Gosto de chocolate”, sem usar o sujeito eu. No entanto, em inglês isso não funciona. Como os verbos no inglês praticamente não mudam nas conjugações, é necessário o uso do sujeito para expressar quem está fazendo aquela ação.

Por exemplo, quando eu digo “eu gosto de chocolate”, devido à conjugação do verbo ‘gosto’, já sei que o sujeito oculto é ‘eu’. Já em inglês, é necessário usar o pronome ‘I’ em frases como “I like chocolate” para especificar que eu gosto de chocolate, já que a conjugação é igual para outros sujeitos (You like, They like, We like). Em outras palavras, não há como entender que o sujeito de like chocolate seja I somente pela conjugação do verbo.

O uso do “it”

Ainda sobre o uso dos sujeitos em inglês, um erro bastante comum quando um estudante transfere as regras da língua portuguesa para a língua inglesa é iniciar uma frase com ‘is’ sem o uso de qualquer sujeito. Vejamos os exemplos: 

Está chovendo. Is raining. 

Não, não pode ser assim! É necessário usar o it

It is raining.

ou 

It’s raining. (forma contraída)

Usamo os ‘it’ para falar de horas, datas, distâncias e clima. Observe:

What time is it? It’s 8 o’clock. 

It’s Wednesday.

It’s cold now.

It’s 1 km from here.

It’s in December.

Nos exemplos acima, se fôssemos pensar em português, provavelmente criaríamos as frases sem o sujeito, começando direto com o is. Já no inglês, é necessário o uso do pronome it como sujeito.

E então? Você cometia algum desses erros? Para praticar o uso o pronome it e de frases com sujeito em inglês, deixe aqui nos comentários uma frase dizendo a hora em que você leu este post e como está o clima no momento. Não esqueça que em inglês não podemos usar frases sem sujeito, então nada de começar a frase com is

Ah, tem mais sobre este assunto neste vídeo aqui: 

Nos vemos no próximo post! See you!

Veja também...

se aprofunde ainda mais no inglês!

Entre agora na lista de espera para a próxima turma do meu curso online!