Afinal, o que é “cringe”?

Escrito por Laura Schereschewsky
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Nos últimos dias, um discussão envolvendo uma palavra em inglês tomou conta da Internet, colocando duas gerações em pé de guerra: os Millennials (nascidos entre 80 e 95) e a Gen Z (nascidos entre 96 e 2010).

Um tweet da Carol Rocha, conhecida como @tchulim, provocou os jovens da Geração Z a falar sobre os hábitos dos Millenials que são um mico, ou melhor, “Cringe”.

O termo em Inglês e a polêmica causaram uma discussão na Internet! As respostas variam dizendo que ter apego aos anos 90, falar em “boleto”, gostar de Friends ou Harry Potter e até usar emojis são atitudes “cringe”!

Mas, afinal, o que significa “CRINGE”?

Originalmente, o verbo “cringe” veio do movimento que o nosso corpo faz quando nos contorcemos de medo ou nojo.

Na prática, usamos o verbo “cringe” em inglês no sentido de “sentir vergonha alheia”:

When he said that, I cringed.
Quando ele disse aquilo, fiquei com vergonha alheia.

Então, “cringe” sempre será usado como verbo? 🤔

De acordo com o cantor Ritchie, nativo de inglês, sim. O cantor de “Menina Veneno” tentou explicar que “cringe” é um verbo, que significa “constranger-se” ou “sentir vergonha alheia”. O adjetivo, nesse caso, seria “cringeworthy”, ou seja, “digno de desprezo”, ou apenas “cringey”.

That was a hundred percent cringeworthy!
Aquilo foi 100% vergonhoso.

This whole Gen Z versus Millenials thing made me cringe a little.
Essa coisa toda de Geração Z verus Millenials me fez ficar com vergonha alheia.

Those big romantic gestures in movies are so cringey! Nobody does that!
Aqueles grandes gestos de amor nos filmes são muito micão! Ninguém faz isso!
Uh, so cringey!
Ai, que micão!

Cringe!

Acontece que, hoje em dia, “cringe” já está sendo usada como
adjetivo pela molecada mais jovem, tanto em Português quanto em Inglês.

E não tem nada de “cringe” nisso! As línguas são orgânicas e mudam de acordo com as necessidades dos falantes, então mudanças irão inevitavelmente ocorrer.

O importante é ter em mente que cringe mesmo é julgar como o outro fala, não é mesmo? 

Veja também...

se aprofunde ainda mais no inglês!

Entre agora na lista de espera para a próxima turma do meu curso online!